As raízes do imperialismo

O extermínio dos povos indígenas nos Estados Unidos foi o maior genocídio do século 19. O expansionismo estadunidense construiu um império a ferro, fogo e sangue, ocupando um território de costa a costa na América do Norte e subtraindo grande parte do México. Enquanto isso os russos também ultrapassavam os Urais, para penetrar na Sibéria, com o objetivo de estabelecer um império continental. Mas, ao contrário dos Estados Unidos, evitaram o extermínio dos povos conquistados, preferindo cooptar as elites, para fazer parte da nobreza czarista.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s