A CURIOSA DEMOCRACIA DA FOLHA EXCLUI A ESQUERDA

Veículo da Folha de São Paulo incendiado, em protesto contra o apoio do grupo à ditadura militar. A Comissão Nacional da Verdade confirmou que veículos do jornal foram utilizados para transportar presos políticos.

A Folha de S. Paulo começou uma campanha pró-democracia. Deu até no The Guardian. O Datafolha apurou que 75% dos brasileiros acham que a democracia é o melhor regime entra as alternativas. É o maior índice em 30 anos, desde que a pergunta começou a ser feita. Em dezembro este número era de 62%. Conforme os ataques do presidente Jair Bolsonaro à democracia aumentaram seu o apoio caiu. O slogan do diário, ‘Um jornal a serviço do Brasil’ foi trocado até 2022 por ‘Um jornal a serviço da democracia’ e, em memória às Diretas Já, a redação incentiva seus leitores a vestirem amarelo.

A Folha de São Paulo considera a campanha das Diretas um marco importante na sua história. O jornal, que dentre os três grandes foi o mais simpático ao regime militar nos anos de chumbo – de acordo com a Comissão Nacional da Verdade – mudou de lado no início da década de 1980 e foi o primeiro a abraçar a campanha por eleições livres para substituir João Figueiredo no Planalto. (Carta Capital). Há boatos de que o dono do jornal na época, Octavio Frias, teve seus interesses empresariais contrariados pelo governo militar, vindo daí seu rompimento.

Mauro Paulino e Alessandro Janoni, do Datafolha comentam os números: “Apenas um em cada dez brasileiros adultos admite que, em certas circunstâncias, é melhor uma ditadura do que um regime democrático. O único subgrupo que mantém apoio a práticas antidemocráticas e valorização dos feitos da ditadura militar no Brasil é o de devotos do presidente, os bolsonaristas mais ferrenhos, que correspondem hoje a 15% da população, segundo cálculo do Datafolha. Pela primeira vez desde o início do mandato, o presidente é reprovado pela maioria dos mais ricos, grupo que, junto aos mais escolarizados, compõem universo estratégico na formação da opinião pública, especialmente no modelo de comunicação priorizado por sua gestão, via redes sociais.” (Folha)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s